Skip to content

VOLTA AOS TRABALHOS

Com chuva, time rubro-negra treina para encarar o CRB na quarta

22/03/2021 | 11h41

A primeira segunda-feira do outono teve períodos de chuva em Salvador. E foi nesse clima que o Vitória se reapresentou pela manhã e deu início aos preparativos para enfrentar o CRB, quarta-feira (24) em mais uma rodada pela Fase de Grupos da Copa do Nordeste. O jogo será às 19h30 no Estádio Barradão, em Salvador.

Após a conclusão dos jogos da 4ª rodada, o Vitória está na 4ª colocação do Grupo B, com 7 pontos ganhos em 12 disputados. A distância para o líder ABC (RN) é de um ponto.

Os guerreiros rubro-negros retornaram de São Luís no início da noite de domingo e nesta segunda (22) já estavam cedo no Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura para a primeira tarefa do dia: o exame RT-PCR (“Reação de transcriptase reversa seguida de reação em cadeia da polimerase”).

Uma enfermeira do laboratório de Análise Clínicas Jaime Cerqueira, parceiro e patrocinador do clube, processou a coleta do material por meio de um swab (cotonete) nasal para a realização do teste molecular.

Finalizada a coleta, foram iniciadas as atividades nos campos do CT, com o preparador físico Ednilson Sena ministrando aquecimento para todo o grupo.

Depois, Rodrigo Chagas e sua comissão assumiram o comando. Auxiliado pelo assistente Ricardo Amadeu, Rodrigo aplicou treinamento com a finalidade de calibrar a pontaria. Os jogadores executaram diversos movimentos para botar a bola nas redes.

Os defensores, por sua vez, fizeram treinos específicos com o assistente Flávio Tanajura, ex-zagueiro do time rubro-negro.

Nesta terça-feira, os jogadores farão o último treinamento antes do jogo. Novamente, pela manhã, e depois seguem para a concentração na chácara Vidigal Guimarães, anexa ao Complexo Esportivo Benedito Dourado da Luz.

Quatro jogadores permanecem entregues ao departamento médico: Gabriel Santiago, que será operado do joelho esquerdo – lesão de ligamento cruzado anterior -, Fernando Neto e Wesley com lesões grau 2 na posterior da coxa, e Eduardo em fase final do tratamento das dores lombares.

FOTOS: Pietro Carpi/ECV