Skip to content

SOMOS RUBRO-NEGROS, NÃO TEMOS TEMOR!

Leão arranca empate em 1x1 e chegou a vez de a torcida rubro-negra fazer aquela pressão que só ela sabe fazer no Barradão

04/05/2017 | 5h26

Quando nosso elenco mostra sua força no campo inimigo, não tem como baterem de frente. Nesta quarta-feira (3), o Leão mostrou que, quando a técnica e a raça aparecem, o máximo que conseguem é um empate. Foi o que ocorreu na Arena Fonte Nova, com um empate em 1×1. Agora, rubro-negros, o terreiro é nosso e quem canta de galo é o Leão. Se na Fonte foi clima de guerra, no Barradão, será clima de pescaria com bomba. É a vez de nossa torcida fazer ferver para aquela moqueca baiana temperada na pimenta.

Na Fonte, foram dois Vitórias. Aquele do primeiro tempo, que não existe, além daquele Leão do segundo tempo, que mostrou raça e determinação para empatarmos e agora levar a decisão para o nosso santuário. É este Vitória que entrará em campo para, junto com a torcida, levantar o bicampeonato baiano.

O primeiro tempo foi difícil. O Vitória não conseguiu chutar a gol. O início parecia bom, com uma certa tranquilidade no meio. Porém, faltava a rapidez que o Leão tem, mas não estava conseguindo pôr em prática na Arena. Investindo nos lançamentos longos, o rival acaba conseguindo pegar a sobra e quase sempre conseguia o contra-ataque, como no gol. Faltou brio de campeão, que deveria ser recuperado nos últimos 45 minutos na Fonte.

No segundo tempo, foi o Vitória que conhecemos. Ou parte dele. O rival tomou um susto e só faltou reclamar com o juiz que estava enfrentando outro time. Poderíamos virar. Paulinho quase marca, Euller também. Cleiton Xavier acertou o travessão. Faltava o gol. E aconteceu aos 32 minutos. Após investida de Patric, a bola bate em Armero e entra. Pronto. A única torcida POSSÍVEL agora é a nossa. De mais ninguém. Somos invencíveis, não vamos temer!

FICHA TÉCNICA

Rival 1×1 Vitória (Campeonato Baiano – Final)
Local
: Arena Fonte Nova
Árbitro: Raphael Claus (FIFA-SP), auxiliado por Marcelo Carvalho Van Gasse e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos do quadro da FIFA-SP)
Cartões amarelos: Willian Farias e Geferson
Cartão vermelho: Uillian Correia
Gols: Tiago (B); Armero (contra) (V)

Rival: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Pablo Armero; Edson, Renê Júnior (Diego Rosa) e Régis (Gustavo); Allione, Zé Rafael (Juninho) e Edigar Junio .Técnico: Guto Ferreira.

Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Cleiton Xavier (Pisculichi) (Renê Santos) e Euller (Rafaelson); David e Paulinho. Técnico: Wesley Carvalho

Fotos do jogo, por Maurícia da Matta (EC Vitória):

Bahia x Vitória (Baianão) - Fotos: Maurícia da Matta