Skip to content

GAROTADA EM ALTA

Samuel, Ruan Nascimento e David comemoram o bom momento na estreia do Baianão

18/02/2021 | 23h40

O Vitória iniciou o jogo contra o Unirb, quarta-feira, com o time formado com aproximadamente 50% de jogadores oriundos da divisão de base. Cinco no total: Yuri, Wallace, Eduardo, David e Samuel.

E terminou o jogo com sete jogadores criados na base: Yuri, Wallace, Pedrinho, Gabriel Santiago, Ruan Levine, Eron e Ruan Nascimento. Ou seja: mais de 60%.

O caminho é este. Apostar na base para resgatar o DNA vencedor do rubro-negro, que em décadas passadas formou seus jogadores em casa e encantou o mundo.

Os meninos estão chegando comandados por, coincidentemente, um técnico que foi revelado na base e não demorou a se transferir para o futebol europeu, após fazer a final do Campeonato Brasileiro de 1993. O ex-lateral Rodrigo Chagas começou a se notabilizar na base do Leão e ganhou o mundo.

Hoje (18) à tarde, na reapresentação no Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura, a performance da molecada foi o assunto em destaque entre os jogadores. “Estou muito orgulhoso por eles. Pode ter certeza que nos darão alegrias”, garante o zagueiro e capitão Wallace, revelado na fábrica de talentos rubro-negra.

Três marcaram gols. Samuel, que já havia feito na vitória por 1 a 0 sobre o Brasil de Pelotas, pela Série B, no último jogo da temporada de 2020, e quarta foi autor do primeiro do time na temporada de 2021 e do Campeonato Baiano, comemora o bom momento.

“Feliz pelo momento. Por ter marcado o último gol da temporada passada e o primeiro desta temporada. E só o começo e espero poder ajudar muito mais a equipe do Vitória”, afirma.

David e Ruan Nascimento marcaram pela primeira vez jogando no profissional.

“Não tem como explicar esse sentimento. É a realização de um sonho marcar um gol com a camisa do Vitória, clube que sempre me deu todas as oportunidades da minha vida. Que seja o primeiro de muitos outros. Estou muito feliz”, destaca Ruan Nascimento que desde o ano passado passou a ser aproveitado no time principal, e fez um de letra: toque sutil com o calcanhar.

David fez sua estreia e já foi balançando as redes após receber excelente assistência de Eduardo, companheiro do time sub-20.

“Estou muito feliz pela estreia, um sonho de criança realizado. No primeiro jogo pude fazer meu primeiro gol como profissional e fica marcado na história. Espero dar continuidade”, promete David.