Skip to content

DANICUP BRASIL

Competição será realizada entre os dias 9 e 16 de abril e com a presença de olheiros de grandes clubes

06/04/2022 | 9h16

O cenário está quase pronto. O Complexo Esportivo Benedito Dourado da Luz passou por reformas nos locais de treinamentos dos times profissional e da divisão de base, ganhou um prédio novo e infraestrutura para sediar de 9 a 16 de abril a primeira edição da DaniCup Brasil.

Estima-se que cerca de dois mil jovens entre 7 a 14 anos, representando 150 times da América do Sul, vão brilhar na etapa da DaniCup em Salvador. A competição também vai receber observadores técnicos de clubes como Vitória, Bahia, Athletico Paranaense, Grêmio, São Paulo, Fluminense, Flamengo, Internacional e Palmeiras, que estarão de olho nos talentos que vão disputar os títulos das oito categorias em disputa.

“Em 2017, em nossa primeira edição, tivemos 84 equipes. Na segunda, foram 116 equipes. Em 2019, tivemos 148. Esses números provam que nossa competição só cresce e isso nos deixa muito estimulados em fazer sempre mais e melhor por esses jovens, professores e familiares. Como sempre acontece, será um verdadeiro festival dentro e fora de campo, com atrações que promovem não só o futebol, mas também o intercâmbio cultural entre os jovens”, garante Bruno Brosler, diretor executivo da DaniCup, que estima cerca de 7 mil pessoas circulando, diariamente, pelo Complexo Esportivo do Vitória.

A competição que já teve a participação de clubes como Boca Juniors e San Lorenzo, ambos da Argentina, Peñarol, do Uruguai, Nancy, da França, e La Coruña, da Espanha, terá como participantes nesta edição grandes times como Vitória, Palmeiras, Corinthians, Internacional, Bahia, Santos, Fluminense.

TALK SHOW

O primeiro dia de DaniCup vai ser especial também fora das quatro linhas. Os ex-jogadores baianos, pentacampeões mundiais com a Seleção Brasileira em 2022, Vampeta, Júnior Nagata, ambos revelados pelo Vitória, e Edilson serão os convidados especiais de um talk show no qual vão falar sobre os desafios da carreira de um jogador.

“Eles têm muito a ensinar para todo e qualquer jovem que tenha como meta virar um atleta profissional. São ídolos e sabem bem como entreter o público. Com certeza, será um momento de muita troca e descontração”, pontua Brosler.

Ele garante que as experiências para atletas, clubes e familiares serão diversas: espaços para entretenimento, games, música ao vivo, desafios com entrega de brindes, corte de cabelo gratuito, entre outras atrações.

FOTOS: Pietro Carpi/ECV