"/> REUNIÃO DE CONSELHEIROS SEGUE CONDUTA DA NOVA GESTÃO
reuniao-do-conselho

REUNIÃO DE CONSELHEIROS SEGUE CONDUTA DA NOVA GESTÃO

Reunião do Conselho Deliberativo trata de transparência, democratização e gestão participativa

29.12.2016

Uma reunião de Conselho Deliberativo que começou com uma quebra de protocolo especial ditou o clima do que seria o encontro para a aprovação do orçamento 2017 do Esporte Clube Vitória, que se desenrolou com muita participação, desde as interferências de conselheiros e torcedores até assuntos pautados como a formação de comissões de trabalho e a apresentação da Comissão de Reforma do Estatuto, que disponibilizou um e-mail para sugestões e acompanhamento.

A sessão foi aberta informalmente pelas “meninas do futebol” que conquistaram o acesso às finais do Campeonato Baiano despachando o invencível São Francisco do Conde, e compareceram para comemorar com os conselheiros cantando o hino do clube.

Na sequência, deu-se início à reunião, propriamente, com a aprovação do orçamento estimado em R$ 83,4 milhões, com um acréscimo de 24% do investimento no futebol profissional e de 34% na divisão de base. Muitos conselheiros tiraram dúvidas a respeito das receitas com o Diretor Executivo Luís Valente, que, por mais de uma vez, sempre frisava: “Eu engano vocês com a verdade”. A transparência foi a base de toda a reunião, transmitida mais uma vez ao vivo pelo YouTube, na TV Vitória.

Outra promessa da nova gestão que já começou a ser posta em prática é a democratização. O presidente Paulo Catharino Gordilho Filho decretou o fim da taxa de anuidade de conselheiro, que agora precisará apenas ser associado Sou Mais Vitória e estar em dia com o plano, e comunicou que extinguirá o estacionamento dos conselheiros para disponibilizar um maior número de vagas para o sócio torcedor.

O presidente também anunciou um Programa de Capacitação do novo colegiado, visando deixar o conselheiro o mais à vontade possível no uso de suas atribuições, colaborando para o ideal de um conselho efetivamente participativo. Outra medida, neste sentido, foi a criação das comissões de trabalho. A princípio, serão 11 comissões contemplando as mais diversas áreas, e o conselheiro que se identificar com alguma pode se inscrever em até 3 delas, por ordem de preferência e justificando a afinidade, que uma comissão se encarregará de realizar a formação dos grupos. “Vejam que nós não exigimos conhecimento técnico das áreas. Não se sintam excluídos pelo fato de não terem um diploma.”, enfatizou o ouvidor Victor Chang na apresentação do projeto.

Entre as deliberações, houve questionamentos, contestações e sugestões, mas não houve dúvidas quanto à motivação por parte dos conselheiros, que devem aderir em peso às comissões através de formulários a serem disponibilizados ainda hoje no site oficial.

O que já está disponibilizado desde ontem é o e-mail para contato com a comissão designada para realizar a Reforma do Estatuto Social do clube. A minuta da Assembleia Geral Extraordinária realizada na Arena Fonte Nova foi referendada como projeto base da comissão, também referendada em mesma ocasião, com 1 voto contra e 6 abstenções. Quem quiser contribuir com sugestões, basta enviar um e-mail para reformadoestatuto@ecvitoria.com.br. Paulo Catharino, inclusive, já marcou, extra-oficialmente, o dia 25 de Março de 2017 para a AGE que apreciará o projeto proposto.

Numa quebra de protocolo, membros convidados extra-oficialmente para compor a mesa, se mostraram entusiasmados com o que presenciaram e foram convidados à palavra. O ex-presidente do Conselho Deliberativo, deputado José Rocha, parabenizou o ouvidor Vitor Chang pela formação das comissões e o ex-presidente Raimundo Viana desejou sucesso aos novos gestores: “Porque o sucesso dos novos dirigentes é o sucesso do nosso querido Vitória. Por isso, Ivã (de Almeida), tenha certeza, eu sou torcedor do Vitória e torcedor do seu sucesso.”.

Por fim, o presidente Ivã de Almeida se mostrou empolgado com o resultado da reunião: “Eu sou conselheiro há mais de 20 anos, e nunca vi uma situação dessas, onde vocês se opõem e contestam livremente, sem retaliações. Eu me honro muito de estar aqui na condição de presidente do Conselho Diretor e ter esta missão de unir o clube.”, disse.

Fotos: Francisco Galvão