BOM EXEMPLO

Geninho renuncia a parte dos vencimentos e só voltará receber no reinicio das atividades

01/04/2020 | 17h47

O técnico Eugênio Machado Souto, o Geninho, concordou em abrir mão dos seus direitos de imagem após conversa com o presidente Paulo Carneiro.

Geninho foi sensível ao momento atual do futebol mundial, em especial o brasileiro, e com objetivo de apoiar o clube rubro-negro em seu esforço para evitar um colapso financeiro, renunciou a grande parte dos seus rendimentos e somente voltará a receber quando do reinício oficial das atividades.

Uma atitude, sem dúvida, digna de um profissional correto, preocupado com a crise que passa o futebol motivada pela pandemia da COVID-19 (coronavírus).

Que o exemplo de Geninho sirva de estímulo para o resto do mercado brasileiro, pois caso as instituições não sejam protegidas, não existirá mais o negócio futebol e todos irão perder com isso.